Nome Próprio

PT

NOME PRÓPRIO 

Casino Lisboa 

Sinopse

Se as brincadeiras, mesmo as que nos parecem mais inocentes, não tivessem consequências, NOME PRÓPRIO não faria sentido. Mas faz, e muito.
Um espectáculo sobre os não-ditos, as expectativas e as imagens que projectamos nos nossos amigos. Num jantar, que tinha tudo para dar certo, um equívoco serve de pretexto para que a máscara de cada uma das personagens caia. E é quando se observam, olhos nos olhos, que a verdadeira amizade que os une é posta em prova, num belíssimo texto que só é possível encontrar na alta comédia.

” (Nome Próprio) Um brinde à honestidade.”
Jornal Metro

“Um serão com muitas gargalhadas é garantido. Amizade, mesquinhez, hipocrisia e os não-ditos sobre os outros são abordados também nesta peça que conta com uma bonita cenografia, uma brilhante interpretação de José Pedro Gomes, bem coadjovado pelo restante elenco.”
Hardmúsica

“Uma reflexão sobre os nossos próprios preconceitos, ao sabor de muitas gargalhadas.”
Teatralmente Falando 

Texto Matthieu Delaporte e Alexandre de La Patellière Encenação Fernando Gomes Tradução Ana Sampaio Música Filipe Melo Espaço Cénico Rui Filipe Lopes Desenho de Luz Paulo Sabino Figurinos Fernanda Ramos  Assistentes de Encenação Anaísa Raquel e Elsa Galvão Produção Força de Produção 

Com José Pedro Gomes, Ana Brito e Cunha, Aldo Lima, Francisco Menezes e Joana Brandão

PT

NOME PRÓPRIO 

Casino Lisboa 

Sinopse

Se as brincadeiras, mesmo as que nos parecem mais inocentes, não tivessem consequências, NOME PRÓPRIO não faria sentido. Mas faz, e muito.
Um espectáculo sobre os não-ditos, as expectativas e as imagens que projectamos nos nossos amigos. Num jantar, que tinha tudo para dar certo, um equívoco serve de pretexto para que a máscara de cada uma das personagens caia. E é quando se observam, olhos nos olhos, que a verdadeira amizade que os une é posta em prova, num belíssimo texto que só é possível encontrar na alta comédia.

” (Nome Próprio) Um brinde à honestidade.”
Jornal Metro

“Um serão com muitas gargalhadas é garantido. Amizade, mesquinhez, hipocrisia e os não-ditos sobre os outros são abordados também nesta peça que conta com uma bonita cenografia, uma brilhante interpretação de José Pedro Gomes, bem coadjovado pelo restante elenco.”
Hardmúsica

“Uma reflexão sobre os nossos próprios preconceitos, ao sabor de muitas gargalhadas.”
Teatralmente Falando 

Texto Matthieu Delaporte e Alexandre de La Patellière Encenação Fernando Gomes Tradução Ana Sampaio Música Filipe Melo Espaço Cénico Rui Filipe Lopes Desenho de Luz Paulo Sabino Figurinos Fernanda Ramos  Assistentes de Encenação Anaísa Raquel e Elsa Galvão Produção Força de Produção 

Com José Pedro Gomes, Ana Brito e Cunha, Aldo Lima, Francisco Menezes e Joana Brandão