Mais Respeito 2017

Júlio de Matos

Um monólogo para rir… e pensar!

Júlio de Matos é um homem desempregado que sofre uma crise de comunicação com o mundo e passa a falar sozinho. Fica tanto tempo isolado de tudo, sendo ele próprio a sua única companhia, que acaba por se aborrecer de si próprio. Não se suporta mais e já nem sozinho consegue falar. Discute consigo mesmo e resolve não voltar a falar com ele próprio. Absolutamente só, decide “procurar-se” para pedir a si mesmo que interceda por ele – que, entretanto, já se dividiu em duas pessoas. A partir de então, a sua personalidade divide-se em milhares dele mesmo. A aventura passa a ser a tentativa de organizar “todos” numa nova unidade de si mesmo…

Interpretado por Joaquim Monchique, Júlio de Matos é um monólogo extraordinário… para rir e pensar!


| Texto: Pedro Cardoso

| Encenação, adaptação, cenário e interpretação: Joaquim Monchique

| Direcção de actor: Carlos Paulo

| Desenho de luz: Paulo Sabino

| Música e Sonoplastia: Hugo Franco

| Assistência de encenação: Rui Filipe Lopes

| Vídeo: Artica.cc

| Caracterização e imagem do espectáculo: Sérgio Alxeredo e Ana Steiner

| Fotografia: Gonçalo Gaioso

| Design Gráfico: Fernando Correia

 

PT